domingo, 25 de agosto de 2013

Finanças - CAPM e HP-12C auxiliando nos estudos

CAPM é a sigla em inglês para Capital Asset Pricing Model (Modelo de Precificação de Ativos) e fornece uma fórmula que permite calcular o retorno esperado de um título com base em seu nível de risco. A fórmula é a taxa livre de risco mais beta vezes o resultado da diferença entre a taxa do mercado e a taxa livre de risco. Isto é:
tF + B(tM - tF)

Onde: tF - Taxa livre de risco (%)
      B - Beta
      tM - Taxa do mercado global de ações (%)
Devemos entender que Beta (B) é um valor de risco global do investimento num grande mercado (por exemplo se a empresa é um Beta 2,0 então ela é 2 vezes mais arriscada). É possível encontrar este valor em Yahoo Finance, por exemplo o beta da Oracle Corporation (ORCL) é 1,52. Uma taxa livre de risco (tF), seria a taxa que se espera em um investimento que se presume não ter risco envolvido.


Agora vamos usar a HP-12C para criar um programa que nos retorne o CAPM:
f [P/R]   -> Entrar no modo de programação
f [PRGM]  -> Apagar os programas em memória
[STO] 2   -> Guardar o número digitado na área 2
[RCL] 0   -> Obter o valor guardado na área 0
[RCL] 1   -> Obter o valor guardado na área 1
-         -> Subtrair um pelo outro
[RCL] 2   -> Obter o valor guardado na área 2
x         -> Multiplicar pelo resultado anterior
[RCL] 1   -> Obter o valor guardado na área 1
+         -> Somar pelo resultado anterior
f [P/R]   -> Sair do modo de programação
Um programa bem simples. Para usá-lo armazenamos o valor de tM (usaremos por exemplo 13.4%) na posição 0 e o valor de tF (usaremos por exemplo 4%) na posição 2 antes de executar o programa com o valor do Beta (usaremos por exemplo o 1,52 da Oracle), isto é:
1º) 13.4 [STO] 0
2º) 4 [STO] 1
3º) 1.52 [R/S]
E como resposta teremos 18,29%, neste mercado a taxa de retorno do investimento é aceitável, pois o resultado é maior que a tM.

Concordo que até o presente momento isto está financeiro demais e sem muita utilidade prática (a não ser para quem investe em ações). Permita-me então supor que desejamos aprender uma tecnologia lançada por uma determinada empresa X qualquer, sabemos que o período de estudos pode durar muito tempo e a pergunta é: Vale a pena? A resposta será sim se esta empresa apresenta um bom valor de mercado e uma baixa taxa de risco ou seja, um CAPM compensador o suficiente para investirmos nela o que temos de mais precioso o nosso tempo.

Obrigado e até a próxima
Fernando Anselmo

Um comentário: